Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010

CAIXINHA DE MÚSICA

 

Os olhos esbugalhados,

de pasmo e encantamento...

Ninguém quebrava o encanto,

daquele breve momento.

Ficava sempre extasiada,

olhando a linda bailarina

que na caixinha dançava...

e nunca eu me cansava...

enquanto ela dançava,

eu sonhava... sonhava...

E quase sem dar por isso,

eu a ela me juntava...

dançava... dançava...

De repente ouvia gritar....Maria!

Era a mãe que me chamava,

Eu parava de sonhar...

e a caixinha fechava...

 

Rosinda (os meus versitos)

Escrito por Rosinda às 21:00
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Sábado, 23 de Janeiro de 2010

AGRADECER A VIDA

Como é bonito o amor...

Como é bela a natureza...

Se olhar-mos em redor,

veremos o esplendor...

E tanta... tanta beleza!

 

Ao entardecer... o chilrear,

dos alegres passarinhos...

Quiçá estão-se a preparar,

Para regressarem aos ninhos...

 

Nós também isso fazemos...

mas não sabemos cantar...

Não estando bem com o que temos,

Só fazemos reclamar!

 

Se parar-mos a meditar,

só apenas por momentos...

Deixaremos de chorar,

proclamando aos sete ventos...

 

Vou agradecer a vida,

 aproveitar cada dia...

Não vou dar-me por vencida,

Vou viver com alegria!

 

(Rosinda)

 

 

Escrito por Rosinda às 20:58
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Janeiro de 2010

PAIXÃO...

Quero sentir ondas de paixão,

o meu corpo no teu enlaçar...

Estremecer em louca perdição...

Dar-me... Ter-te... Amar, amar...

tags: ,
Escrito por Rosinda às 20:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Janeiro de 2010

AI QUEM ME DERA...

 

 

FOTO MINHA COM 20 ANOS

 

Ai quem me dera... ter outra vez vinte anos...

Diz o fado bem cantado, na voz daquela cigana...

 

Mas não volta o passado,

nem mesmo com desenganos...

Todos temos nosso fado.

E lá vão passando os anos...

Ai como eu era...

Da beleza pouco existe,

Transformou-se a Primavera...

Num Outono algo triste...

e sempre com desenganos...

Ai quem me dera...

ter outra vez vinte anos...

 

Rosinda

Escrito por Rosinda às 19:39
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2010

VIVER

  São apenas desabafos... palavras de amor dorido...

             são palavras sem sentido, perco o fio á meada,

não sei nada... sei apenas que te amei e chorei,

porque partiste, mas não choras-te nem sorris-te.

Porém levas-te contigo, todo o tino todo o rumo...

e tudo o que chamava vida se esvaneceu como fumo...

             Mas vou erguer-me das cinzas...

com valentia! Sou mulher... dou vida a outro ser...!

             Posso sempre se quiser... erguer-me de entre as

             cinzas e como uma Fénix renascer...!

 

Rosinda

 

tags: , ,
Escrito por Rosinda às 19:10
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Janeiro de 2010

CORAÇÃO DE AÇO?

Guardo no meu coração, que finjo de aço,

Uma leve sensação que me rejuvenesce.

Apesar das marcas, da dor e do cansaço...

A vontade de amar meu coração aquece.

 

Guardo ainda em meu coração,

uma vontade louca de viver...!

A ânsia de amor e de paixão,

quero sentir e voltar a ter...

 

Abre-se então o coração de aço...

que apesar de já tanto sofrer...

Guarda lá dentro, uma linda rosa...

Que pode um dia florescer...

 

(Rosinda)

 

 

Escrito por Rosinda às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|
Terça-feira, 5 de Janeiro de 2010

ALMA MINHA...

                

Quisera que fosses alma minha

livre de dor e de pesar.

Magoada por amor em conflito,

sabes ainda o que é amar...

 

Calas no meu peito este grito,

ó alma minha... ferida de morte!

Quis somente viver,

e para isso lutei, mas tão má sorte...

 

A vida me feriu até desfalecer

e o grito é agora somente

um leve suspirar...

e vou então morrendo lentamente...

Alma minha...

Deixaste há muito de sonhar.

 

Alma minha...

Deixaste em mim este esgar de dor,

este olhar triste, sombrio, apagado...

Esta saudade tremenda do amor...

Aquele amor que me foi negado.

 

(Rosinda)

 

 

Escrito por Rosinda às 16:03
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
|

.free glitter text and family website at FamilyLobby.com

.pesquisar

 

hospedagem
hospedagem

.Versinhos recentes

. Um dia diferente...

. Tal como as árvores; "Mor...

. Feliz Páscoa

. Tu, só tu, meu amor...

. Não sou poeta...

. (Escrito em 2010) Carta p...

. (Escrito em 2010) Mascara...

. Solidão

. (Escrito em 2010) Tempo.....

. (Escrito em 2010) Mil e u...

.Arquivos

. Dezembro 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.Outros blogs meus








Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Based on a work at poesiaerosas.blogs.sapo.pt.
As imagens deste blog são na sua maioria retiradas da Internet

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds