Quinta-feira, 25 de Novembro de 2010

Incertezas...

 

 

tubes ours

Se o fogo consumir minha alma,

que o faça a contento.

Acendendo  fogueira calma,

Que não mude ao sopro do vento.

 Inverno na alma, descontente

gelada pelo sopro da maldade,

 Ai como tudo é diferente...

Havendo dentro de nós sinceridade...

Não concebo o descabido, sem valor.

Vivo melhor sabendo com que contar,

Dispo-me, se sufoco com calor...

Agasalho-me se o frio apertar...

E assim, sempre assim eu vou ficar...

Olhando para dentro e para fora,

Não saberei ainda, qual o meu lugar...

Mas sei onde estou , aqui, agora!

 

Rosinda

 

Escrito por Rosinda às 16:25
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De luadoceu a 25 de Novembro de 2010 às 19:14
O que interessa e quem nos somos
O que interessa e o que vivemos
O que interessa e viver o momento presente
E se tens a certeza de que vives o agora, ja e tao bom
E sentirmos felizes com o que Deus nos deu
E termos uma amiga c tu!
Bjinhos e saude p tua mae!
De Rosinda a 25 de Novembro de 2010 às 20:04
Obrigada Lua!
Estar de bem comnosco é muito bom e isso eu estou.
A minha mãe está bem melhor. Falei mesmo agora com ela e até a voz é outra... mais calma.
Obrigada pela atenção que tens tido..
Beijinho
De Diana V. a 25 de Novembro de 2010 às 21:13
Está tão bonito Rosie ;)
Os teus poemas estão cada vez melhores.... a prática leva à perfeição... sem nunca esquecer o amor ... pois esse é quem lhes dá vida ... e isso tu tens de sobra...

Beijos e continuação de uma feliz jornada, cheia de flores no caminho e de sol para acalentar a alma...

Pessoas Boas merecem coisas Boas, lembra-te sempre disto!

Quimera
De Rosinda a 25 de Novembro de 2010 às 22:56
Obrigada Quimera...sinto-me lisonjeada e sabe bem... :-))
A prática também ajuda, mesmo em poesia. Mas o que sentimos é sempre o mote , em poesia falam alto as emoções e depois silenciosamente colocamos em papel, escrito sempre com o coração.
Um beijinho
De Marta M a 25 de Novembro de 2010 às 22:08
Rosinda:
De vez em quando fazemos essa contabilidade emocional, não é?
Bonito quem a saber fazer em verso.
Abraço
Marta M
De Rosinda a 25 de Novembro de 2010 às 22:59
É verdade Marta, para mim é mais fácil fazê-lo assim, em verso.
Obrigada pela sua presença sempre agradável e afectuosa.
Um abraço
Rosinda
De Tina a 3 de Dezembro de 2010 às 16:25
Outro porma LINDo!
Parabéns, és uma linda poetisa!
E escreves tão bem, amiga...afinal, só escreve bem quem sente cá dentro...bem fundo...quem deixa vir ao de cima seus verdadeioos sentimentos!
Beijinhos, Rosinda!
De Rosinda a 3 de Dezembro de 2010 às 18:16
Sempre, amiga é sempre com a alma que escrevo, sem pretenções , apenas escrevo...
Beijinhos

Comentar post

.free glitter text and family website at FamilyLobby.com

.pesquisar

 

.Versinhos recentes

. Um dia diferente...

. Tal como as árvores; "Mor...

. Feliz Páscoa

. Tu, só tu, meu amor...

. Não sou poeta...

. (Escrito em 2010) Carta p...

. (Escrito em 2010) Mascara...

. Solidão

. (Escrito em 2010) Tempo.....

. (Escrito em 2010) Mil e u...

.Arquivos

. Dezembro 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.Outros blogs meus








Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Based on a work at poesiaerosas.blogs.sapo.pt.
As imagens deste blog são na sua maioria retiradas da Internet

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds