Domingo, 11 de Setembro de 2011

Murmurar teu nome...

 

Escrito por Rosinda às 11:55
link do post | comentar | favorito
13 comentários:
De Tina a 12 de Setembro de 2011 às 15:43
Que poema lindo...todo ele inspirado no sentimento mais LINDO que temos "O AMOR"...este sentimento que nos faz Feliz, todavia, por vezes faz-nos sofrer tanto...
Beijinhos, Rosinda..!
De Rosinda a 14 de Setembro de 2011 às 22:28
Obrigada Tina.
O amor é essencial na nossa vida e à própria vida que pereceria sem ele.
Beijinho
Rosinda
De MIGUXA a 13 de Setembro de 2011 às 16:42
Doce Rosinda,

Lindo de morrer este teu poema ao AMOR...

Mesmo quando não passa de um sonho já sonhado, de uma vivência nunca esquecida de tão amada, vale sempre a pena...dá calor à vida...

Beijinhos ternos
Margarida
De Rosinda a 14 de Setembro de 2011 às 22:29
E sonhar ainda podemos, é de graça e faz bem à alma. :))
Beijinhos grandes querida Margarida.
Rosinda
De miilay a 14 de Setembro de 2011 às 01:31
LINDO, LINDO! É FANTÁSTICA ROSINDA.
Mas,tem algo de muito nostálgico. Para a frente, AMIGA.

miilay
De Rosinda a 14 de Setembro de 2011 às 22:32
Obrigada Miilay.
É a nostalgia de quem tanto amou e só ficou...
Mas está tudo em ordem, apenas gosto de falar de amor...
Beijinhos
Rosinda
De M.Luísa Adães a 14 de Setembro de 2011 às 15:02
"Nunca será tarde, para murmurar teu nome"...

Como poderás ser, sem ele?

Maria luísa
De Rosinda a 14 de Setembro de 2011 às 22:34
Jamais serei sem ele, pois o amor existe em mim.
Por isso volta e meia murmuro seu nome, baixinho para só eu ouvir...
Obrigada por sua presença neste meu cantinho da alma.
Beijinho
Rosinda
De M.Luísa Adães a 15 de Setembro de 2011 às 14:11
Jamais voltará a ser que era - sem ele...

Eu entendo e não tem de agradecer minha presença...

Com carinho, gostei,

Mª. Luísa
De M.Luísa Adães a 15 de Setembro de 2011 às 14:12
Ressalvo : "quem em vez de que".

Obrigada e me desculpe.

Mª. Luísa
De DyDa/Flordeliz a 21 de Setembro de 2011 às 01:18
Podes vestir-te de nostalgia...
Mas resguardas a doce ilusão...
Com uma férrea vontade de um dia...
Amar e ser feliz.
Com amor...
Muito amor...


Porque não? Porque não?!

Muito bonito
De Ivete a 5 de Outubro de 2011 às 00:11
Sempre tão lindos e sentidos os teus versos Rosinda...Acho que é preferível sonhar, mesmo que seja com um amor impossível, do que estar vazia! O amor sempre preenche e dá alguma esperança.

Um beijo,amiga.
De onda_azul a 21 de Outubro de 2011 às 20:04
Olá Amei...dizes claramente o que o meu coração quer dizer e não consegue. Obrigado por este momento

Beijinhos

Comentar post

.free glitter text and family website at FamilyLobby.com

.pesquisar

 

.Versinhos recentes

. Um dia diferente...

. Tal como as árvores; "Mor...

. Feliz Páscoa

. Tu, só tu, meu amor...

. Não sou poeta...

. (Escrito em 2010) Carta p...

. (Escrito em 2010) Mascara...

. Solidão

. (Escrito em 2010) Tempo.....

. (Escrito em 2010) Mil e u...

.Arquivos

. Dezembro 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

.Outros blogs meus








Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Based on a work at poesiaerosas.blogs.sapo.pt.
As imagens deste blog são na sua maioria retiradas da Internet

.Dezembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds